Mini Sites Arrasadores que Vendem como Loucos

Os mini sites são ferramentas de vendas online que, há muitos anos, fazem um enorme sucesso e, ainda hoje, funcionam muito bem.

Apesar de algumas mudanças visuais e estruturais, o conceito dos mini sites é o mesmo e podem ser chamados de robôs que vendem como loucos, pois uma vez que foi bem configurado, ele trabalha sozinho durante meses ou anos, vendendo como loucos mesmo, desde que o produto tenha demanda, proporcionando lucros altíssimos com custos irrisórios.

Quando se pensa em mini sites de vendas, a primeira imagem que aparece é aquele de uma página estática, tosca, construída em html simples, que mais parece um panfleto do que um site, não é mesmo?

Bem, atualmente os melhores mini sites são construídos com layout responsivo, ou seja, podem ser visualizados tanto no computador, quanto no celular ou tablet, o que não é possível com os antigos sites estáticos.

Até alguns anos atrás, nem todos conseguiam criar mini sites, esse era um “privilégio” de programadores, devidos aos seus conhecimento em códigos de programação, instalação de hospedagem, direcionamento de DNS e outros nomes estranhos para os leigos. Mas hoje tudo mudou, qualquer pessoa consegue construir um mini site e vender qualquer tipo de produto, mesmo sem saber programar. Toda essa informação está disponível gratuitamente na internet, com acesso fácil.

como ganhar dinheiro extra na internet - máquina de vendas online

Porém, a grande maioria dos iniciantes não sabe onde ou como procurar a informação correta, sanar todas as dúvidas para colocar em prática e começar seu próprio negócio na internet, não apenas uma renda extra, mas um negócio sólido.

Saiba como criar seus MINI SITES de Sucesso que Vendem todos os dias

Antes de tudo, preciso te dizer que, se você quer começar de maneira profissional, precisa utilizar ferramentas indicadas para profissionais e fazer como os profissionais, mesmo que você ainda seja um iniciante.

O ideal é oferecer APENAS um produto em cada mini site. Você pode colocar mais, depois de algum tempo, mas para não dispersar a atenção do visitante e potencial comprador, é melhor focar em UM produto só.

O que vender no mini site?

Existem duas formas de escolher:

  • Ter um produto (próprio ou oferecer como afiliado) e saber se tem alguém procurando esse produto. Como eles procuram esse produto.
  • Saber o que as pessoas estão procurando e encontrar um produto para oferecer a elas.

Plataformas de produtos para afiliados:

Existem várias plataformas que fazem a intermediação entre o comprador / produtor / afiliado. Ao se cadastrar, você encontra vários produtos disponíveis, alguns tem afiliação automática, outros precisam de uma solicitação e aprovação do produtor. É só acessar os links abaixo, fazer seu cadastro (GRÁTIS), navegar e encontrar o(s) produto(s), que você quiser vender.

Como saber se estão procurando o produto que você escolheu.

Como Criar Mini Sites que Vendem como Loucos.

Para criar um mini site profissional, você vai precisar de:

Adquirir um domínio próprio: seusite.com – seusite.com.br – seusite.net – seusite.net.br – seusite.info etc. Se você quer começar utilizando uma plataforma grátis como, por exemplo: blogspot.com.br, wordpress.com, saiba que são plataformas utilizadas por amadores ou profissionais muito avançados (no caso do blogspot, um bom profissional sabe mexer no código XML) em SEO (Search Engine Optimization), pois elas não oferecem facilidades de otimização, necessárias a um bom mini site.

Onde comprar domínios:

Superdomínios – Essa é minha primeira indicação porque você pode comprar seu domínio por um bom preço e, ainda ganha por 1 ano, o direito de manter seus dados cadastrais anônimos, ou seja, ninguém vai encontrar seu nome, e-mail, endereço ou telefone, sem sua autorização. Depois de 1 ano, na hora da renovação, eles cobram uma taxa para manter seus dados privados.

Além dos bons preços em domínios, tem serviços de hospedagem com preços razoáveis. Tem um painel fácil de utilizar e você tem total controle sobre o direcionamento do seu domínio (DNS) para qualquer outra empresa de hospedagem.

Aceita pagamentos com paypal, cartão de crédito ou boleto bancário.

Namecheap –  Ótima empresa de venda de domínios, com preços à partir de 0,99 USD, que também oferece a opção de ocultar os dados pessoas grátis, por 1 ano.

Aceita pagamentos com paypal e cartão de crédito internacional

Godaddy – Uma das empresas mais conhecidas, quando se trata de compra de domínios. Também tem a opção de ocultar os dados pessoais, mas cobra uma taxa de 8,00 dólares, em média.

Aceita pagamentos com paypal, cartão de crédito ou boleto bancário.

Essas três empresas, também oferecem serviços de hospedagem de sites.

Contratar uma hospedagem paga. Algumas empresas de hospedagem de sites oferecem serviços gratuitos, mas há um enorme problema. Seu site precisa receber visitas e, no caso de hosts grátis, quando várias pessoas acessam o site ao mesmo tempo, ele simplesmente sai do ar. Nessa hora, provavelmente, você entra em contato com a empresa e a resposta é que seu limite de transferência foi atingido e você precisa fazer um upgrade para um plano pago e, provavelmente, todos os arquivos do site foram perdidos.

Além das 3 empresas acima, existem várias outras, mas é preciso fazer uma pesquisa para saber se oferecem bons serviços como, principalmente, manter o site online 99,99% do tempo.

Minha indicação, por experiência é a Homehost. Já tive vários sites hospedados e nunca tive problemas de inatividade. Tem a opção de comprar o primeiro domínio (.com) por 1,99.

Obs.: Já vi muitas reclamações sobre empresas como Hostgator, Locaweb e Uolhost. Então, não acredito que sejam boas opções. (Nunca usei nenhuma delas, apenas participo de grupos onde tem pessoas que usam e dão seus depoimentos).

Utilizar o Wordpress. Não se preocupe com o nome estranho, a maioria das empresas de hospedagem tem um instalador automático, que faz a instalação com apenas alguns cliques e é muito intuitivo. Você não precisa saber programar nada.

Aplicar algumas técnicas de SEO (em português: Otimização para os mecanismos de busca: google, bing etc).

Neste artigo, não vou entrar em detalhes sobre como comprar o domínio, contratar e configurar hospedagem e mudar DNS. Essas informações são muito fáceis de se encontrar na internet, mas se você precisar, acesse nossa página de contato e envie sua mensagem.

Seria como se você tirasse sua carteira de motorista e comprasse seu primeiro carro. Acredito que isso você pode fazer sozinho. Vou apenas te mostrar como ser um piloto, sim, um piloto, não um mero motorista. Você vai aprender o que precisa para fazer seu mini site aparecer para o comprador e fazer vendas.

Vamos lá, criar seu mini site arrasador que vende como louco. 

Supondo que você já comprou seu domínio e instalou o wordpress. A primeira coisa a fazer é ir ao painel de controle do seu site no wordpress e configurar os links permanentes (permalinks). A configuração padrão é:
seusite.com.br/ano/mes/dia/nome-da-pagina-produto-etc.

Vamos deixá-la assim:
seusite.com.br/nome-da-pagina-produto-etc

URL amigável:

mini sites arrasadores que vendem como loucos - permalinks

Deixe com essa configuração:

mini sites arrasadores que vendem como loucos-links permanentes

Traduzir para o português:

mini sites de sucesso

Se você não quer um site no formato de blog, onde as pessoas fazem comentários, vamos desabilitá-los. Deixe todas essas caixinhas vazias. ▼▼▼▼▼

mini sites arrasadores que vendem como loucos-desabilitar comentários

Não se esqueça de clicar em “SALVAR”, no final da página.

Plugins indispensáveis:

  • Contact Form 7 – cria um código para formulário de contato no seu site.
  • Pretty Link – Camufla e encurta seu link de afiliado, por exemplo: o produto que você está oferecendo tem um link assim: https://mon.monetizze.com.br/E=7kS7rRIVvzYWEfGEBiocJQ%3d%3d&s1=bdasd-#mkdl¨fp
    Seu link fica assim: http://seusite.com.br/nome-do-produto
  • Link Juice Keeper – Quando alguém digitar errado a url do seu site, ela não direciona para uma página inexistente, o visitante vai para a página inicial.
  • Yoast SEO – Facilita seu trabalho na hora de criar um bom título e uma boa descrição.
  • Jetpack por WordPress.com tem várias funcionalidades, entre elas: estatística de visitas diárias no site, cria botões de compartilhamento em redes sociais, inserindo no final do texto e ajuda na segurança do site. Você só precisa criar uma conta no wordpress.com e autorizar o acesso. É bem simples.

A aparência (template) do seu site vai variar de acordo com a sua preferência, existem milhares de opções grátis, com acesso dento do seu painel de controle, é só ir em “Aparência > Temas” e, no canto superior direito, clicar em “adicionar novo”. Vai aparecer uma infinidade de modelos para você escolher.

O próximo passo é muito importante. Vai fazer o buscador (google, bing etc.) saber que é um site sério e profissional.

Etapa muito importante do seu mini site vendedor.

Crie duas páginas:

Contato, inserindo o código fornecido pelo plugin contact form 7

Política de Privacidade. Você pode procurar na internet e copiar qualquer modelo, colocando dentro do texto dessa página, um link para a página inicial do seu site.
“Essa página é muito importante, pois ela faz o google saber que seus visitantes estarão cientes de que seu site têm links de afiliado, cookies que serão gravados no navegador dele e as opções de aceitação ou não.” Por exemplo: Para um site ser rentabilizado com com o programa do próprio google, que é o Adsense, se não tiver essa página, o site não é aprovado ou é penalizado.

Com essas configuração básicas, é hora de colocar o texto, incentivando o visitante a clicar no botão de compra

Você vai notar que os produtos disponíveis nas plataformas, normalmente têm duas páginas: A carta de vendas (landing page) e a página de check out (carrinho de compras, onde o cliente coloca seus dados pessoais e bancários).

Na página de vendas, você tem todas as informações sobre os benefícios que o produto oferece. Se essa página tiver apenas um vídeo explicativo, assista o vídeo até o final e anote todos os pontos importantes sobre o produto.

Faça o texto ou contrate um redator para criar um artigo de, pelo menos, 1.000 palavras, enaltecendo todos os benefícios que esse produto pode proporcionar ao comprador, eliminando todas as dúvidas e objeções possíveis.

Detalhe importante: Seu texto precisa criar um laço de empatia/afinidade com o comprador, então NÃO faça um texto, dizendo: “o produto tal é bom”, o “produto tal funciona assim”, “compre o produto tal, porque é bom para você”.
Saiba que o comprador não está interessado em “comprar”, ele quer se livrar de algum tipo de “dor/frustração” ou quer alcançar algum tipo de “satisfação”.
Seu texto precisa mostrar ao comprador que é possível/talvez fácil/talvez simples, se livrar de tal “dor/angústia/frustração” e alcançar a “satisfação/prazer.
O produto é, apenas um “intermediário/melhor alternativa” que vai levá-lo da situação ruim para a situação boa.

Para entender melhor sobre esse tipo de escrita, você pode pesquisar na internet sobre “gatilhos mentais”. Existem vários exemplos e tutoriais.

Depois do texto pronto, não se esqueça de adicionar botões de “chamadas para a ação“, com cores berrantes (vermelho, azul turquesa, laranja etc), como o exemplo abaixo:

▼▼▼▼▲▲▲▲▼▼▼▼

Agora que seu texto está pronto para o cliente, é hora de deixá-lo excelente/magnífico para os buscadores (google, bing etc.).

Sim, porque de nada adiante seu texto ser digno de um Machado de Assis, se ninguém consegue ler. Seu mini site campeão de vendas precisa ser encontrado pelo comprador e, para isso, precisa estar nas primeiras posições do google e você precisa convencer o google que seu texto é melhor que os artigos dos seus concorrentes. Assim ele te coloca na frente dos outros.

Aqui é que entra o SEO On Page (otimização interna).

Assista, com atenção, os vídeos abaixo:

Agora é hora do SEO Off Page. (Otimização Externa)

Seo on page é, basicamente, formado de outros sites com links para seu site. Esses links recebidos passam uma certa confiança ao google.

É bom lembrar que exitem dois tipos de links: dofollow e nofollow.

Links dofollow seria como se outras pessoas dissessem: “Olha, pode visitar aquela loja, porque é boa”, mas isso não pode ser feito de qualquer jeito.

Links nofollow seria como se alguém dissesse: “Eu ouvi falar, que um amigo do primo de uma tia disse que aquela loja tem”.

Então, conclui-se “teoricamente” que links dofollow passam relevância, confiança e autoridade. Links nofollow não tem credibilidade.

Existem casos em que nofollow fazem um site subir para as primeira posições. Existem casos em que, mesmo muitos links dofollow, não fazem um site novo chegar até a primeira página do google. Tudo isso depende muito de outros fatores como, por exemplo: concorrência e seo on page.

Mas, vamos em frente porque tudo depende de colocar em prática.

A etapa de linkbuilding (construção de links para eu site) deve seguir uma certa “sequência lógica”. Um site novo não recebe, naturalmente, um monte de links (referências) de uma vez, nem em pouco tempo. Então, vamos às etapas:

  • Criar uma fã page e colocar o link do site no perfil e na primeira postagem.
  • Criar uma conta no google plus (g+), colocar o link no perfil e na primeira postagem.
  • Criar um canal no youtube, colocar o link no perfil, subir um vídeo, com um link para o site na descrição do vídeo.
  • Criar uma conta no tumblr.com, colocar um link no perfil, postar uma imagem, com um texto curto e um link no texto.
  • Criar uma conta no pinterest, com link no perfil e colocar uma imagem com link do site.

Esses links de redes sociais podem ser inseridos em um dia só, afinal quem cria um site quer, em primeiro momento, mostrar para o máximo de pessoas possível e nada melhor que as redes sociais.

Outras maneiras de linkbuilding para seu mini site vendedor.

1 – A mais poderosa é a construção de PBN (Private Blogs Netwotk). Sua própria rede de blogs privados, onde você coloca artigos com links (dofollow) para seu site.

PBN é construída com domínios expirados, ou seja sites que saíram do ar por algum motivo: o dono esqueceu de pagar a anuidade, não tem mais interesse no projeto, mudou de ramo etc.

Quando você constrói sua própria rede de blogs, você tem total controle sobre todos os links que seu site recebe. Mas precisa ser feita com muto cuidado. Se o google desconfiar que esses blogs de pbn são do mesmo dono do site que recebe o link, pode haver uma ação manual e todos os blogs, inclusive o site principal, são penalizados e, até, desindexados. Então, antes de criar uma pbn, estude bastante sobre o assunto. Apesar de seu bastante efetiva e menos arriscada, pode custar um bom dinheiro.

2 – Guest Posts. Essa é uma forma que eu não gosto muito, mas também funciona muito bem. Você precisa entrar em contato com os donos de sites do mesmo nicho e se oferecer para escrever um artigo, para ser publicado no site dele, com um link (normalmente é dofollow) para o seu site.

Apesar de ser bem funcional, nem todos os donos de sites estão dispostos a colocar um link para o site de um potencial concorrente, mas vale tentar.

3 – Comentários – Essa é a maneira mais comum, porém é a que dá menos resultado, afinal, quando você coloca um comentário em algum site ou blog, precisa esperar o administrador aprovar. Pode acontecer de você colocar 200 comentários e ter apenas 10 aprovados. É algo que não está sob seu controle. Normalmente são links nofollow.

4 – TLB (Tier Links Buildin com web 2.0) Essa é uma das minha preferidas. Funciona da mesma forma que PBN, mas é grátis. Existem muitas plataformas de criação de sites grátis, que facilitam esse trabalho. Mas tem um detalhe: Você pode criar uma conta em cada uma delas, com o mesmo e-mail, mas o ideal é que seja de um IP (endereço da sua máquina) diferente. Saiba que os rastreadores do google detectam os sites acessados por qualquer computador, então se você acessar e criar cada conta de um IP diferente, fica mais difícil saber que quem criou a web 2.0 foi o dono do site que recebe link.
Para usar IPs diferentes a cada acesso de web 2.0, utilize o navegador TOR Browser. É fácil de usar, ele funciona como o o firefox com menos funcionalidades, basta fazer download no seu pc. Quando você terminar o que tiver feito na sua web 2.0, é só ir no canto superior esquerdo, onde tem a imagem de uma cebolinha, clicar e selecionar new identity, ele fecha e abre em outro IP e você continua utilizando normalmente.
A maioria dos links nessas webs são dofollow. Algumas, por padrão, são nofollow.

mini sites arrasadores que vendem como loucos mudar ip

Não faça mais do que 2 sites de web 2.0 por dia com links para seu mini site. Esse é um processo que levam um pouco de tempo, mas tem um excelente resultado.

Lista de sites para criar suas Webs 2.0

http://livejournal.com
http://suomiblog.com
http://uzblog.net
http://blogkoo.com
http://tblogz.com
http://ampblogs.com
http://blogcindario.com
http://webgarden.com
http://pointblog.net
https://zotero.org
http://alltdesign.com
http://blogminds.com
http://rediff.com
http://shotblogs.com
http://jigsy.com
http://blog5.net
http://pages10.com
http://blogdigy.com
https://fullerton.edu
http://tribunablog.com
http://affiliatblogger.com
http://wallinside.com
http://amoblog.com
http://blogocial.com
http://tinyblogging.com
http://blog2learn.com
https://storify.com
http://sosblogs.com
https://jimdo.com
http://blogolize.com
http://blackplanet.com
http://isblog.net
https://dailystrength.org
http://projectwedding.com
http://myblog.de
http://jiliblog.com
http://blogdon.net
http://onesmablog.com
http://skyrock.com
http://thezenweb.com
http://postbit.com
http://blogzet.com
http://mybjjblog.com
http://bloguetechno.com
http://ampedpages.com
http://canariblogs.com
http://getjealous.com
http://fitnell.com
https://wordpress.com

Dedique pelo menos duas semanas para construir suas webs, gradativamente. Assim vai parecer um processo natural para os robôs dos buscadores (no caso, o google).

Depois de criar suas Webs 2.0, você precisa dar “força” a elas, afinal são sites novos e não têm a mínima relevância para poder passar relevância a outros sites (no caso seu mini site de sucesso).

Agora você precisa criar muitos links para essas webs, para que elas sejam fortes e impulsionem seu mini site para as primeiras posições.

Bem, já levou um bom tempo para criar essa base, certo? Mas agora você pode utilizar um pouco de automatização e criar um monte de links para essas webs, por um preço muito baixo.

Você pode comprar pacotes de links em sites como fiverr.com, konker.io, para uma média de 500, 1.000, 2.000 links ou mais por valores à partir de 5,00 dólares e distribuir entre essas webs.

Também existe um serviço, onde você pode controlar a quantidade de links para cada web criada. Você pode enviar 100 links por menos de 0,15 USD, para vários sites ou para um só.

Esse serviços é da Seoestore.com. Tem também a opção de, depois de criar esse links, criar outra camada e links em cima deles, com a quantidade que você escolher.

link-building-a-preco-baixo-mini-sites-arrasadores

Resumindo:

  • Criar um mini site.
  • Colocar um texto que faça o visitante ir até a página de vendas ou carrinho de compras.
  • Estruturar o texto para que os mecanismos de busca entendam que o texto é ótimo.
  • Criar referências para mostrar aos mecanismos de buscas que ele merece estar à frente dos outros.
  • Repetir o processo.

Criar um (ou vários) mini site arrasador que vende como louco e ter muito sucesso é apenas uma questão de trabalho, foco e disciplina.

Agora é com você.

Desejo muito sucesso a você nos seus negócios.
ganhar 10 mil por mês